Animação de loading

Durante o mês de Agosto visite a lontra

Parque Biológico da Serra da Lousã

A lontra apresenta uma pelagem espessa, brilhante de cor castanha, com excepção da região do ventre que é mais clara. A pelagem caracteriza-se por possuir duas camadas de pêlo, uma mais externa responsável pela impermeabilização e outra mais interna responsável pelo isolamento térmico. O focinho apresenta pêlos sensoriais que lhe permitem avançar com confiança em lugares estreitos.


É uma espécie semi-aquática, cujo movimento dentro de água ocorre por impulso das patas posteriores e através do movimento sinuoso do corpo. A cauda funciona como leme e a posição elevada das narinas e dos olhos permite a manutenção à superfície da água sem ser descoberta. É um animal bastante silencioso e de difícil observação.


Sendo um animal que vive na proximidade da água, a sua dieta é composta sobretudo por peixes mas, ocasionalmente, pode ingerir rãs, caranguejos, lagostas, aves e pequenos mamíferos terrestres.
É um animal solitário que, por vezes, constitui grupos formados por pares em acasalamento ou por mães com as suas crias.


Ao longo do mês decorrem algumas actividades relacionadas com o animal, nomeadamente uma breve apresentação da espécie e sessão de alimentação, e vai estar, no Centro de Informação, uma exposição fotográfica sobre a espécie. Para visitas de grupo, até um máximo de 15 elementos, os interessados devem fazer uma inscrição prévia, sem quaisquer custos adicionais, entrando em contacto com o parque.


O Parque Biológico da Serra da Lousã, um projecto da Fundação ADFP, pretende, além de estimular o gosto pela natureza, criar também postos de trabalho para pessoas vítimas de exclusão, deficientes e doentes mentais. Assim, uma visita ao Parque é uma óptima forma de passar um dia em família e aprender um pouco sobre a vida selvagem de Portugal.
 

Comentários