Animação de loading

Dia Internacional da Deficiência - Sorri, vais ser fotografado…

Dia Internacional da Deficiência - Sorri, vais ser fotografado…

“Despertar sorrisos nos rostos que connosco cruzam e ver o brilho no olhar de quem sorri de felicidade”… foi com esta filosofia que as equipas da Formação Profissional, Emprego e Centro de Atividades Ocupacionais proporcionaram uma tarde “em beleza” aos utentes/colaboradores.

A Fundação ADFP comemorou o Dia Internacional da Deficiência, organizando uma sessão de fotografias com os seus utentes das valências de CAO – Centro Actividades Ocupacionais e Formação Profissional. Os utentes viraram modelos por uma tarde, maquilhados a rigor para uma sessão fotográfica nos jardins da Residência Coragem.

Esta atividade pretendeu para além de captar os sorrisos, teve sobretudo o objetivo de promover a auto-estima e confiança sob o lema “potenciamos talentos e valorizamos aptidões”, resultando numa original exposição fotográfica que fica agora patente no hall do Centro Social Comunitário e posteriormente irá ser transferida para o Museu-Espaço da Mente, no Parque Biológico da Serra da Lousã.

 

Fundação ADFP reconhecida como Marca Inclusiva

 

Recentemente a Fundação ADFP recebeu o estatuto de “Marca Inclusiva” atribuído pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional, preenchendo todos os requisitos para ser considerada uma entidade empregadora inclusiva.

 

Para a atribuição deste estatuto contribuíram os números da Fundação ADFP, nomeadamente na empregabilidade, e em especial em grupos com desvantagem e que habitualmente não têm lugar no mercado de trabalho regular.

 

Descobrimos talentos / Não diagnosticamos deficiências

 

Uma percentagem elevada de colaboradores são pessoas vítimas de deficiência, incapacidades ou doença mental grave.

No total são 222 colaboradores especiais, e muitos são chefes e diretores de serviços, desempenhando funções ao mais alto nível da hierarquia.

Alguns licenciados (contabilista, economista, gestor, psicólogas, etc.); outros, vítimas de acidente, foram reabilitados na instituição e, após formação profissional, interna, assumiram a liderança de importantes serviços na organização.

Toda a área financeira (contabilidade, gestão de projetos, aquisições e economato) é assumida por colaboradores com desvantagens.

Em 2015 publicou o livro “Os Nossos Campeões” com a biografia de 24 colaboradores exemplares que representam o que há de melhor na cultura inclusiva e integradora da ADFP.

 

Diversidade e Inclusão | Arca de Noé

 

Política de empregabilidade que privilegia o emprego de pessoas com necessidades especiais, e que habitualmente não têm lugar no Mercado de trabalho regular.

39% dos colaboradores têm deficiência/doença crónica, 18% são do quadro, alguns a desempenhar funções de topo na Contabilidade, Gestão, Serviço de Pessoal, Economato, Secretariado…

Política de promoção de uma vida socialmente útil, todos os utentes, logo que reunidas as condições de saúde e segurança, são colocados em ocupação com funções ajustadas às suas competências, remunerados de acordo com o trabalho prestado e fazendo parte do quadro de colaboradores.

Parceria com o Governo da Guiné e a UNDEMOV – Associação Nacional de Deficientes Motores e Vítimas de Guerra, acolhendo e facultando Formação a 5 adultos provenientes da Guiné.