Animação de loading

Cria de veado nasceu no Parque Biológico da Serra da Lousã.

Em condições próximas do seu habitat natural.

Uma cria de veado nasceu durante o fim-de-semana no Parque Biológico da Serra da Lousã, que oferece condições muito próximas do seu habitat natural, a floresta.

 

O veado-vermelho é um mamífero artiodáctilo ruminante da família Cervidae. É um animal de grande porte, sendo o maior cervídeo depois do alce. Os machos chegam a uma altura no garrote de 1,2 metro e 2,4 metros de comprimento. O peso varia com a região, e na Península Ibérica não passam dos 250 kg e as fêmeas 150 kg. São mamíferos ungulados, e cada pata apoia-se sobre dois dedos que terminam em cascos.

 

A pelagem do veado-vermelho muda com a estação do ano, variando de castanho-avermelhado no verão a castanho-escuro no inverno. As crias apresentam manchas brancas no dorso que os ajudam a camuflar-se no seu ambiente.

 

Os machos são mais pesados e têm o pescoço muito robusto comparado às fêmeas.

 

O aspecto mais relevante de diferenciação entre machos e fêmeas é a presença nos machos das hastes, estruturas ósseas ramificadas que crescem todos os anos no alto da cabeça dos machos, caindo após a época da reprodução. A haste cresce envolvida numa fina capa de pele rica em vasos sanguíneos, que seca quando atinge o tamanho máximo no ano.

 

Em cada macho, a haste cresce mais e ganha mais ramificações a cada ano, de maneira que os machos mais velhos têm hastes mais exuberantes. A função destas estructuras está ligada à competição pelas fêmeas durante a época da reprodução, a brama, em que os machos rivais medem forças empurrando-se com as hastes, e emitindo fortes bramidos intimidatórios.

 

O veado-vermelho come uma grande variedade de matéria vegetal. As fontes de alimentos destes animais incluem ervas, folhas, brotos de árvores e arbustos, frutos e cogumelos. No outono e inverno europeu consomem muitas bolotas de carvalhos e árvores similares.

 

As crias nascem após uma gestação de 240 a 262 dias, entre os meses de maio e junho. As fêmeas têm em geral uma cria, às vezes duas. Ao nascer, as crias pesam cerca de 16 kg e passam a acompanhar a manada após duas semanas. O desmame ocorre aos dois meses, e a independência da mãe após um ano de vida, quando nascem as próximas crias.

 

O veado-vermelho pode viver 20 anos em cativeiro e até 13 anos em estado selvagem.

 

O nascimento desta cria de veado no Parque Biológico da Serra da Lousã é prova de que, embora em cativeiro, vivem em condições próximas do seu habitat natural.

Comentários