Animação de loading

Com Creche, Jardim de Infância e Universidade Sénior - Centro Intergeracional Mondego, de Coimbra, mostrou-se aos vizinhos

O Centro Intergeracional Mondego da Fundação ADFP, que funcionará com Creche, Jardim-de-Infância e Universidade Sénior, que no último ano letivo estiveram no Colégio S. Martinho, mostrou-se ao público dia 16 de setembro, junto à via rápida de Taveiro, Coimbra.

As instalações são no edifício da antiga "Mogno Móveis", junto ao nó da via rápida e Bairro S. Bento, e neste Centro Intergeracional Mondego já estão a funcionar as valências sociais desde dia 11 do corrente mês.

No ato, Jaime Ramos, presidente do Conselho de Administração da Fundação ADFP, recordou que “a obra foi feita em tempo recorde, e que no edifício ainda há espaços livres que poderão originar outras respostas sociais ”.

 

Fundação recebeu intenção de embargo por parte da Câmara

 

A Fundação recebeu intenção de embargo por parte da Câmara Municipal de Coimbra, relativamente a obras não autorizadas, e que remontam à época do proprietário anterior.

Jaime Ramos garantiu que “está tudo em ordem no cumprimento da lei, e a licença de utilização para fins sociais está pedida”, criticando a Câmara, “cuja estratégia devia ser a de ajudar quem cria emprego e respostas sociais, porque também nós estamos a ajudar crianças e pessoas idosas”.

Jaime Ramos recordou que a Creche e Jardim-de-Infância pertenciam ao Centro Social e Paroquial de S. Martinho do Bispo, que quase fechou portas por dificuldades financeiras. Para que as famílias e a freguesia não perdessem o apoio social, a Fundação assumiu a gestão das valências do Centro social Paroquial pouco depois de ter também adquirido o próprio Colégio S. Martinho, também em processo de despedimento coletivo.

Jaime Ramos considera escandaloso que a Câmara de Coimbra, em vez de apoiar quem cria emprego e respostas sociais, opte por criar dificuldades por razões político-partidárias.

Após fazer obras no Colégio de S. Martinho, para onde transferiu a Creche e Jardim-de-Infância e a Universidade Sénior do Mondego, a Fundação associou-se depois ao St. Peter’s International School, colégio privado bilingue (em Palmela), e criou a St. Paul’s School nas antigas instalações do colégio, também ela privada e bilingue.

Com a transferência dessas valências para as antigas instalações da empresa “Mognos Móveis”, o novo centro tem capacidade para 150 crianças, sendo que é ocupado só por metade, que são abrangidas por acordo com a Segurança Social. Jaime Ramos mostrou-se confiante, esperando que a Segurança Social amplie os acordos para acolher mais crianças, até porque clientes não lhe faltam, bastando para isso ver mesmo a lista de espera.

No novo centro tem Sede a Universidade Sénior do Mondego, com 75 alunos, destinada a implementar uma visão de envelhecimento ativo assente em atividades culturais, recreativas e desportivas.

A Fundação tem uma filosofia integradora e inclusiva, que investe em pessoas e no convívio intergeracional.