Animação de loading

Com 0,5% do IRS pode ajudar a Fundação ADFP

Para benefício e apoio de 270 crianças, jovens, deficientes e idosos

Na Fundação ADFP, de Miranda do Corvo, vivem 270 crianças, jovens, deficientes e idosos que precisam de protecção e apoio, que poderá ajudar consignando 0,5% do IRS para a instituição mirandense.


Para ajudar a IPSS mirandense a construir vidas basta preencher na declaração do IRS (Imposto sobre o Rendimento de pessoas Singulares) no Anexo H, o Quadro 9, relativo a Instituições Particulares de Solidariedade Social, com a designação Fundação ADFP e o Campo 901 com o NIPC 508 056 829.
A 1 de Setembro de 2009, a Lei nº 91/2009, de 31 de Agosto sobre o Benefício da Consignação de 0,5% do IRS, alargou a possibilidade de consignar tal percentagem a igrejas, comunidades religiosas e instituições particulares de solidariedade social (art. 32º nº 6).


As crianças, jovens, deficientes e idosos que vivem na Fundação ADFP bem como a equipa que deles cuida agradecem com um muito obrigado.
 

A Fundação ADFP é uma IPSS sem fins lucrativos, reconhecida como de Utilidade Pública desde 1989.
Com sede em Miranda do Corvo, a Fundação ADFP estende o seu raio de acção a vários concelhos do distrito de Coimbra, assegurando valências e serviços culturais nos concelhos de Coimbra, Penela, Lousã, Góis e Penacova.


Com mais de 2.500 sócios, os serviços da Fundação ADFP são regularmente utilizados por mais de 3.400 pessoas. Este conjunto integra as 270 pessoas (idosos, deficientes, doentes crónicos, mulheres maltratadas e crianças) que vivem nas residências da IPSS. A Fundação ADFP apoia deficientes, doentes crónicos e inadaptados, crianças, jovens e idosos, pelo propósito de dar expressão ao dever de solidariedade entre as pessoas, bem como pela completa integração do indivíduo na sociedade; recusa ser um gueto de pessoas com carências; possui valências sociais, serviços de saúde, secções culturais, recreativas e desportivas e aposta numa lógica de desenvolvimento regional, tendente à criação de riqueza, postos de trabalho e combate à pobreza.
 

O objectivo último da Fundação ADFP é o de promover a qualidade de vida (física, psíquica, económica e social) de vários grupos sociais - crianças, jovens, adultos desfavorecidos, deficientes, doentes e idosos.
 

Comentários