Animação de loading

Chegaram os audioguias

Acessibilidades para Parque Biológico da Serra da Lousã e Espaço da Mente

A Fundação ADFP de Miranda do Corvo, enquanto IPSS, e dada a sua experiência e problemáticas apoiadas, tem vindo gradualmente a adotar equipamento que facilite o acesso aos visitantes, seja por constrangimentos linguísticos, dificuldades físicas, auditivas ou visuais.

Nesse sentido adquiriu um sistema de controlo de entradas que permite a gestão de visitantes e um acesso mais facilitado com um sistema duplo, de torniquete e porta, de acesso magnético. Um investimento de 9 081.30 €, que teve uma comparticipação de 80% pelo PRODER.

Para além do material topo de gama já existente no Espaço da Mente, como a sinalética por meio de tablets, um planetário e um posto multimédia, chegaram agora os audioguias para quem quer fazer uma visita autónoma, que abrange também o Parque Biológico da Serra da Lousã.

Funcionam em português, espanhol, inglês e com uma versão infantil. Possuem dois níveis de conhecimento, para conseguir colmatar a curiosidade e conhecimento dos mais ambiciosos.

Adquiriu, também, um sistema de Tour Guide, em que o guia leva um emissor com micro e os visitantes um recetor com os auscultadores, permitindo ao visitante mais distante ouvir o guia ou abstrair-se de ruídos envolventes.

Existem também adaptadores para pessoas com aparelhos auditivos que fazem a ligação direta sem necessidade de auscultadores.

O investimento foi de 17.600€, financiado em 60% pelo PRODER, no âmbito do projeto Museu Observatório Serra da Lousã, que integrou o Espaço da Mente. O Parque, devido ao local montanhoso, apresenta algumas dificuldades a pessoas com mobilidade reduzida. A Fundação pretende obter financiamento que ajude as pessoas com deficiência e famílias com carrinhos de bebê a fazer os percursos com maior comodidade.

Comentários