Animação de loading

Caricaturista José Gomes e Investigadora Mara Braga visitaram Fundação ADFP

“Tem uma enorme qualidade e valores humanistas”

O caricaturista José Gomes, acompanhado da mulher, a investigadora luso-brasileira da Universidade de Coimbra, Mara Braga, visitaram a Fundação ADFP, dia 19 de outubro, a convite de Jaime Ramos, presidente do Conselho de Administração, que o primeiro considerou de “enorme qualidades e valores humanistas”.

Tendo por cicerone Nancy Rodrigues, do Gabinete de Imagem e Parcerias, os dois visitantes estiveram nas principais valências da instituição, onde tomaram contacto com os respectivos responsáveis, e observaram a realidade de cada uma delas.

Ainda antes de uma visita ao Parque Biológico da Serra da Lousã, onde visitaram o Espaço da Mente e Hotel Parque Serra da Lousã, o caricaturista José Gomes, que conheceu Jaime Ramos durante a recente campanha eleitoral autárquica, ficou com uma impressão muito nítida:

“Nota-se que há a gestão de um número muito grande de utentes com várias necessidades”, afirmou.

Para quem não conhece as caricaturas de José Gomes, basta ir ao Facebook e procurar por “Caricaturas em Coimbra”, “Momento de Humor”, onde está a caricatura de Jaime Ramos e finalmente, “José Gomes”.

A acompanhá-lo na visita esteve a esposa, Mara Braga, Investigadora no Departamento de Físico-Química d​a Universidade de Coimbra. Esta luso-brasileira está a estabelecer protocolos com Fundações brasileiras, como a “​​FIOCRUZ”: “Trabalho no desenvolvimento da investigação aplicado à sociedade, como por ex​emplo na investigação de plantas medicinais”, afirmou. 

“Esta visita deu-me inspiração para trabalhar com a comunidade, é uma instituição fantástica, até porque hoje em dia a maioria da investigação é em laboratório, e não no terreno”, concluiu.

O Parque Biológico é um inovador projeto de turismo social, com a particularidade de dar ocupação e emprego a pessoas com deficiência ou doença mental, permitindo-lhes uma vida socialmente útil, como forma de terapia. O Parque já recebeu mais de 220 mil visitantes desde a sua abertura em 2009, com uma média de 30 mil visitantes ao ano, tendo sido distinguido com vários prémios nacionais e internacionais, tendo sido considerado em 2015, pelo jornal “Expresso”, uma das seis maravilhas da Região Centro.

Como ainda recentemente o referiu Jaime Ramos, “o Parque Biológico mostra a igualdade do homem com todos os seres vivos, fazendo lembrar-nos de S. Francisco de Assis, ‘todos nós somos iguais’. O Espaço da Mente tenta-nos colocar o símbolo físico para darmos um salto em frente. O Templo Ecuménico não é uma ode, mas um hino à paz e fraternidade universal, para todas as religiões sem exclusão, uma utopia fantástica e bem organizada”.

Todos eles formam o conceito do “Trivium”, dedicado à liberdade, igualdade e fraternidade.

Comentários