Animação de loading

Bebé gamo

Parque Biológico da Serra da Lousã

O Parque Biológico da Serra da Lousã possui mais um pequeno habitante – um bebé gamo.


O gamo é um mamífero ruminante pertencente à família dos cervídeos e possui pelagem castanha com pintas brancas. Tem ainda uma risca preta dorsal característica, que se inicia no pescoço e termina no final da cauda. Este animal apresenta duas pelagens distintas ao longo do ano: a de Verão em tons castanho-claro e a de Inverno em tons mais escuros. Quanto mais claro for o pêlo, mais visíveis serão as pintas brancas.


Procura comida principalmente ao anoitecer e ao amanhecer e alimenta-se sobretudo de espécies arbustivas e herbáceas recorrendo também à rama de algumas árvores, frutos (bolotas ou castanhas), cogumelos, musgos e, por vezes, em épocas de maior carência, casca de árvores.


Apenas os machos ostentam hastes espalmadas e pontiagudas que caem por volta de Abril e voltam novamente a crescer, atingindo o tamanho máximo em Setembro/Outubro, aquando da época de reprodução, altura em que os machos lutam entre si pela posse das fêmeas. Durante esta época, emitem roncos aos quais se chama brama que tem como objectivo despertar a atenção das fêmeas e dissuadir os machos concorrentes.


O gamo vive em grupos, exceptuando os machos na época de reprodução. As crias, normalmente uma por fêmea, nascem em Maio / Junho, após 7 meses de gestação e são amamentadas durante 9 a 12 meses. Este animal pode viver entre os 12 e os 16 anos.


Uma vez que a reprodução em cativeiro acarreta algumas dificuldades, o Parque orgulha-se deste acontecimento, pois demonstra o bem-estar que é proporcionado a estes animais e que lhes permitiu a perfeita adaptação ao habitat onde estão inseridos.


O Parque Biológico da Serra da Lousã, projecto da Fundação ADFP (Instituição privada de solidariedade social sem fins lucrativos) pretende ser o local onde os apaixonados pela natureza podem desfrutar de um belo dia em contacto com a fauna e flora portuguesas ao mesmo tempo que ajudam na conservação da nossa floresta. Assim, o Parque Biológico da Serra da Lousã distingue-se de um zoológico comum pois alberga especialmente animais autóctones de Portugal que se encontram inseridos num ambiente muito semelhante ao natural.


Venha ao Parque e visite este bebé!

Comentários