Animação de loading

Azereiro

Planta do mês - Azereiro‏

O azereiro, também conhecido como loureiro de Portugal, recebe as honras de planta do mês no Parque Biológico da Serra da Lousã. Esta árvore ou arbusto com uma copa ampla e muito ramificada que atinge dos 3 aos 8 metros de altura, é frequentemente confundida com o loureiro dado a parecença entre as suas folhas.

Ambos pertencem a uma floresta muito antiga, a floresta Laurissilva, que ao longo do tempo foi desaparecendo. O azereiro ocorre em três sub-espécies: Prunus lusitanica ssp lusitanica (continente), Prunus lusitanica ssp azorica (Açores) e Prunus lusitanica ssp hixa (Madeira). Como o próprio nome indica, é uma espécie autóctone, ou seja, que é originária do nosso território. A sua presença estende-se das Beiras ao Minho e a Trás-os-Montes.

Devido ao desaparecimento da floresta Laurissilva e do seu carácter autóctone é uma espécie que se encontra inserida na lista de espécies ameaçadas. Apresenta floração no mês de Maio, com flores fragrantes agrupadas em cachos alongados de cerca de 30 flores. A maturação dos frutos prolonga-se até ao final do Verão sendo que, apesar de comestíveis, não devem ser ingeridos em grandes quantidades. São bastantes atrativos para espécies passeriformes como alimentação mas também como local de nidificação.

Tem um interesse ornamental e científico devido a ser uma relíquia do passado, autóctone e com grande valor ecológico na sua capacidade de adaptação ao meio. No parque biológico são plantados vários exemplares desta espécie todos os anos, tendo a equipa do parque agendada uma nova reflorestação para o final do mês de Março aquando do festejo do dia da floresta.

Comentários