Animação de loading

... atrai grupos de visitantes

Parque Biológico da Serra da Lousã

O Parque Biológico da Serra da Lousã tem vindo a atrair cada vez mais grupos de amigos que o visitam, aproveitando para saborerar a gastronomia de excelência do Restaurante Museu da Chanfana.

No domingo dia 12 de Maio, um grupo de 37 amigos lisboetas que se auto-intitulam "Vasco da Gama"visitou o Parque durante a manhã e almoçou no Museu da Chanfana, o mesmo sucedendo com um outro grupo de 16  pessoas de Coimbra.

O Restaurante Museu da Chanfana está incluído no guia nacional “Boa mesa, boa cama” editado pelo Expresso e é um ex-libris da gastronomia regional, sob a direção do Chefe Vítor Gonçalves.

As sucessivas visitas de grupos de amigos estão a contribuir largamente para que, dentro em breve, o Parque, aberto ao público há pouco mais de três anos, atinja os 90 mil visitantes.

Os grupos visitaram a Quinta Pedagógica, o Zoo de Vida Selvagem de Portugal, o Labirinto de Árvores de Fruto único no mundo, Museu da Tanoaria, Ecomuseu, Central de Compostagem e Museu Vivo de Artes e Ofícios Tradicionais, onde pessoas com handicaps produzem artesanato variado.

O Parque Biológico para alem do seu importante papel no domínio da biofilía e defesa da natureza é uma aposta humanista na criação de emprego para pessoas com múltiplas necessidades, desde deficientes e doentes mentais a desempregados de longa duração.

Ao visitarem o Parque as pessoas não só conhecem a fauna e flora portuguesas, mas sabem que estão a contribuir para a sustentabilidade ambiental e económica deste porjecto inovador, projecto que aposta coesão social.

À entrada do Parque Biológico uma frase do Papa Bento XVI mostra que se entra num parque temático diferente, onde os valores da cristandade e do personalismo também residem, para além dos aspectos ambientais e animais.

Comentários