Animação de loading

Atleta guineense César Cardoso residente na instituição vai participar nos Jogos Paralímpicos Rio 2016

Representante do Comité Paralímpico da Guiné Bissau visitou Fundação ADFP

O representante do Comité Paralímpico da Guiné-Bissau, Dr. Miguel Sampaio, acompanhado pelo presidente da Casa da Guiné-Bissau no Porto, Nilson Silva, visitaram a Fundação ADFP, devido à participação do seu atleta paralímpico, César Cardoso, residente na instituição mirandense, dia 9 de Agosto.


César Cardoso, que em princípio vai participar nas provas dos 100m e 200m de atletismo, tem tido apoio técnico ao nível do treino com vista à sua participação e é um dos guineenses que estão a residir e receber formação profissional na Fundação ADFP.


A receção à comitiva da Guiné-Bissau esteve a cargo do Eng. Rui Ramos, membro do Conselho de Administração da Fundação, do prof. de Educação Física, Francisco Silva e do psicólogo Hugo Vaz.


A delegação guineense pôde verificar também a perfeita integração dos restantes guineenses residentes na Fundação, os quais recebem formação profissional teórica e pratica.


Os responsáveis guineenses enalteceram o apoio dado quer ao nível desportivo, no caso particular do atleta, mas fundamentalmente na ótica da integração e da aquisição de conhecimentos deste grupo em particular, na contribuição de uma Guiné-Bissau mais desenvolvida e dinâmica. Procuraram-se ainda novas ideias de colaboração e estreitamento de relações entre a ADFP e estas duas entidades.


Após a visita, o Dr. Miguel Sampaio endereçou aos anfitriões um e-mail de agradecimento:

“Antes de mais gostaria de agradecer à Fundação ADFP pela amabilidade concedida ao CPGB e a Casa da Guiné do Porto, de poder visitar as instalações da Fundação.


Para mim foi uma honra ter a responsabilidade de visitar e entregar o Cartão Pré-Válido para os Jogos Paralimpico do Rio 2016, ao nosso atleta Cesar Cardoso e poder constatar da situação dos estudantes da UNDEMOV (Associação de Deficientes da Guiné Bissau) na Fundação ADFP.


Convidei o Presidente da Casa da Guine do Porto, Nilson Silva para estar presente pois tem sido uma pessoa que nos tem ajudado em algumas questões do CPGB.


Acima de tudo, este e-mail é uma forma humilde da minha parte de agradecer toda a ajuda e apoio que a Fundação ADFP tem feito pela Guiné-Bissau e em especial aos Deficientes.


O Movimento Paralímpico Guineense agradece a Fundação ADFP pela possibilidade de poder implementar a sua Missão de promover, valorizar e reconhecer a excelência desportiva assim como fomentar a inclusão”.


A cooperação com a Guiné por parte da ADFP tem como sonho criar condições que estas pessoas com deficiência possam, após a formação, regressar ao seu país criando estruturas produtivas que garantam trabalho a vítimas de exclusão e contribuam para o desenvolvimento local.

Comentários