Animação de loading

A minha Liberdade... no Espaço da Mente

Parque Biológico da Serra da Lousã associa-se às comemorações do 25 de Abril





A partir de 23 de abril vai estar patente no Espaço da Mente do Parque Biológico da Serra da Lousã uma exposição denominada “25 de Abril... a minha Liberdade”.


São trabalhos realizados por pessoas especiais integradas em valências da Fundação ADFP. A exposição tem a visão de pessoas dos 8 aos 80, com ou sem necessidades especiais, do conceito ao testemunho de liberdade.


Com o apoio de técnicos e monitores interpretam e materializam a efeméride e o conceito de liberdade de acordo com as suas vivências e conhecimento. Desde o militar em garrafas de plástico, ao rádio numa apologia à senha da revolução, passando por cartazes com mensagens de intervenção, todos são reflexos de uma visão e intervenção particular sobre o 25 de Abril e o conceito de Liberdade.


A organização apoia regularmente 3400 pessoas, das quais 440 são residentes. Apoia desde crianças recém-nascidas até ao adulto mais idoso, passando pelas problemáticas da deficiência, doença mental e refugiados.


No dia 25 de Abril, a cada visitante é oferecido um cravo... não um cravo qualquer, “Dou-te o meu cravo!”, testemunho material de quem o fez e o seu contributo para a promoção da Liberdade. Cada um estará identificado pela pessoa e a valência que integra. É importante dar um rosto aos trabalhos no sentido de valorizar as competências de quem faz em detrimento da sua dificuldade; por outro lado, sensibilizar o visitante para a tolerância à diferença e estimular sentimento de pertença a uma mesma comunidade.


No Parque Biológico da Serra da Lousã, o visitante é confrontado com uma experiência autêntica e enriquecedora onde a ligação Homem/Natureza constitui uma lição de vida.


Etnias, doença mental e/ou crónica, deficiência física ou mental... pessoas que não têm lugar no mercado de trabalho por serem diferentes, no entanto é a sua diferença que os distingue, e as suas competências que os valoriza.


Recordamos, que a Fundação ADFP tem vindo a dinamizar várias acções visando a promoção de valores civilizacionais com especial incidência na tolerância e respeito pelos diferentes.


Em 2015, a Fundação ADFP inaugurou o Espaço da Mente, um ecomuseu etnográfico que homenageie a necessidade de liberdade do Homem, que, enquanto espécie, difere das outras pela capacidade de materializar o pensamento. A liberdade permitiu ao Homem evoluir e capacitar-se de ferramentas que permitiram a sua adaptação ao meio. A primeira evocada é a liberdade de amar e a última, de alma. Neste percurso apresentam-se as liberdades mais comuns: liberdade política, de pensamento, de imprensa, de religião, entre outras.


Criou o conceito filosófico Trivium, e que dá nome a um Clube UNESCO desenvolvido entre a organização e a Comissão Nacional da UNESCO, e que integra o Parque Biológico da Serra da Lousã, o Espaço da Mente e o futuro Templo Ecuménico Universalista. O Trivium é dedicado à liberdade, igualdade e fraternidade: o Parque Biológico representa o corpo e a igualdade do Homem perante todos os seres vivos; o Espaço da Mente, o desenvolvimento da mente e a liberdade de pensar; o Templo Ecuménico representa o espírito e a fraternidade, independentemente da fé de cada um.


A construção de um Templo ecuménico universalista constitui a demonstração desta atitude da ADFP na promoção de uma sociedade mais humanista assente nos valores que transformaram a Europa num melhor local para se viver. Salientamos que o projeto Parque Biológico da Serra da Lousã / Templo Universalista, foi escolhido em 2014, para representar Portugal no Prémio Internacional da UNESCO MADANJEE SINNGH para a promoção da tolerância e não violência.


O presente programa de comemorações finda no dia 3 de maio, Dia Internacional da Liberdade Imprensa, com um almoço para o qual são convidados jornalistas, diretores e chefes de redação, pessoas ligadas à comunicação. A liberdade é um valor e um direito humano. Compete às pessoas e organizações mobilizarem-se no desenvolvimento de ações que chamem à atenção para a defesa e sua promoção.

Comentários