Animação de loading

A Fuinha é o animal do mês de Janeiro

No Parque Biológico da Serra da Lousã

A Fuinha, Martes foina, é um mamífero mustelídeo de pequeno porte, pertencente ao grupo das martas. É um animal de hábitos nocturnos, que apresenta um tamanho relativamente pequeno, com cerca de 40 a 50 cm de comprimento, com uma cauda de cerca de 25 cm e pesa entre 1,1 e 2,5 kg. Tem o corpo alongado e a cauda comprida e espessa. Apresenta uma coloração em tons de castanho, com uma mancha branca ou amarelada na zona do peito e patas anteriores.

É uma espécie oportunista. Alimenta-se de roedores, pequenos répteis, aves e até os seus ovos. Pode comer também insectos, frutos e algumas bagas. Tem o hábito de guardar a comida junto à toca para posterior consumo.

Tem preferência por regiões arborizadas ou rochosas, evitando terrenos baixos, abertos ou com poucas árvores, embora também possa muitas vezes ser vista junto a vilas ou mesmo cidades.

É no Verão que ocorre a época de reprodução, mas a implantação do óvulo no útero da fêmea é retardado até à Primavera seguinte. A gestação dura cerca de 30 dias e podem nascer entre 3 a 7 crias, que recebem cuidados apenas da fêmea. Atingem a maturidade sexual aos 2 a 3 anos de idade e têm uma esperança de vida que pode chegar aos 18 anos em cativeiro.

A fuinha não tem praticamente inimigos naturais, embora as crias possam ser vítimas de grandes carnívoros e de rapinas diurnas e nocturnas. Deste modo, os principais factores de ameaça para esta espécie são a destruição do seu habitat e a pressão humana.

Este animal habita toda a Europa  continental, exceptoEscandinávia , e algumas ilhas do Mediterrâneo. Em Portugal é comum em todo o território embora a sua população seja desconhecida. É uma espécie não ameaçada em vias de extinção.

Durante a visita é possível conhecer alguns dos animais selvagens que vivem no território nacional bem como muitos animais característicos das quintas portuguesas. Assim, o parque é um local de visita obrigatória para todos aqueles que querem saber um pouco mais sobre a fauna e flora portuguesas ao mesmo tempo que abraçam este projecto social.

Comentários