Animação de loading

“Trovadores do Mondego” atuaram na Fundação ADFP de Miranda do Corvo nas unidades de cuidados continuados

No Dia Nacional do Estudante

Para comemorar o Dia Nacional do Estudante, os “Trovadores do Mondego” foram convidados a fazer uma atuação na Residência Gratidão (Unidade de Cuidados Continuados da Fundação ADFP).

O objectivo insere -se na animação dos doentes internados, visando melhorar a sua reabilitação Psicossocial.

“Menina estás à janela” e “Amor de Estudante” foram algumas das músicas apresentadas pelos estudantes, que alegraram e emocionaram a plateia, constituída não só pelos utentes da Residência Gratidão como também pelos das Residências Sabedoria e Coragem, que rechearam de palmas e sorriso estes “Trovadores do Mondego”.

Surpreendidos com as instalações da Fundação ADFP, os “Trovadores do Mondego” deixaram a Fundação com um enorme “Aferriá!” e a promessa de voltarem em breve.

A dinamização deste evento esteve a cargo de Eliana Antunes, psicóloga e animadora.

A Fundação ADFP aposta no bem estar dos utentes destas valências dinamizando múltiplas atividades com intervenção de atores externos e não só com os recursos dos colaboradores internos .

Saliente-se que a atual Residência Gratidão foi a primeira Residência Assistida do país e a primeira unidade que se assumiu vocacionada para dar resposta a pessoas com doença de Alzheimer e outras demências.
A Residência Gratidão tem por objetivo a prestação de cuidados de saúde e de apoio social de forma continuada e integrada a pessoas que, independentemente da idade, se encontrem em situação de dependência.
Atualmente tem a funcionar 2 tipos de serviços distintos, com capacidade total para 67 utentes: um Lar de Dependentes ou Idosos com capacidade para 19 utentes e Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados com capacidade para 18 utentes, em Unidade de Média Duração e Reabilitação (UMDR), e 30 utentes em Unidade de Longa Duração e Manutenção (ULDM).

Comentários