Animação de loading

“Histórias para os meus avós” quer estimular o gosto pela leitura

Universidade Sénior da Fundação ADFP lança livro

A Universidade Sénior da Fundação ADFP vai lançar o livro “Histórias para os meus avós”, que pretende estimular o gosto pela leitura em ambiente familiar, pelas 14h00 do próximo dia 21, no cinema de Miranda do Corvo.

O livro nasce no âmbito das atividades da Universidade Sénior em 2012, ano do envelhecimento ativo e da solidariedade entre gerações.

Trata-se de histórias contadas e escritas pelos mais velhos, dedicadas e dirigidas aos mais novos, permitindo aos avós que têm netos a cargo e não só, desenvolver atividades a partir de histórias de vida e de bons exemplos de outras gerações com elevada vivência.

Um dos objectivos deste livro é que se proporcionem espaços de aproximação, aprendizagem e partilha entre duas gerações muito distintas (ou talvez nem tanto), a infância e a velhice, potenciando deste modo a literacia familiar, perpetuando as histórias de infância dos que também já foram crianças.

As Universidades Seniores que vão proliferando por todo o país são importantes respostas sociais no domínio das transições de vida, e auguram igualmente estimular a escrita, eternizando assim as narrativas da vida de cada um.

O livro apresentará histórias preparadas para serem lidas pelas crianças aos avós, embora o inverso seja igualmente possível, concluindo todas com um desafio: “Agora é a tua vez, conta-me tu uma história”.

A Universidade Sénior da Fundação ADFP é uma resposta socioeducativa, e tem por objectivo dinamizar atividades sociais, culturais, educacionais e de convívio para pessoas com mais de 50 anos. O ensino é em regime não formal, sem fins de certificação e situa-se num contexto de formação ao longo da vida.

O objectivo desta Universidade Sénior é a criação de um espaço privilegiado de inserção e participação social das pessoas idosas. Através das atividades que desenvolve faz com que os seniores se sintam úteis, ativos e participativos.

O seu planeamento estratégico assenta na valorização da pessoa idosa, adaptação às condições locais, e num ideal de autoajuda.

Além de ter já vencido o concurso de cultura geral da RUTIS (Rede das Universidades da Terceira Idade), a Universidade Sénior dispõe de um Grupo Coral e de um Grupo de Cavaquinhos que tê granjeado renome atuando de norte a sul do país.

Comentários