Animação de loading

“Dá mais ao mundo no Rock in Rio”. Prêmio de 2 mil euros

Fundação ADFP premiada pelo projeto

 Este prêmio é destinado a equipar salas de estudo para promover a educação e cortar ciclos de pobreza,. É uma iniciativa da Caixa Geral de Depósitos em parceria com a Entrajuda e a Sair da Casca.

O Centro de Acolhimento e Emergência Infantil, denominado Residência Fraternidade, foi criado, em 1994, para proporcionar uma resposta rápida e eficaz a crianças e jovens, dos dois sexos, entre os 3 meses e os 16 anos, em situação de grave risco social, perspectivando o encaminhamento posterior para soluções definitivas que assegurem a necessária estabilidade e segurança no seu processo de crescimento. Foi transformado em Lar de Infância e Juventude em 2011, por orientação da Segurança Social, para poder dar resposta a pedidos de acolhimento com idades cada vez mais avançadas, passando a acolher crianças e jovens entre os 10 e os 18 anos 

O acolhimento institucional tem como principal função diminuir a condição de vulnerabilidade e fragilidade psicológica, social e afectiva que caracteriza na maior parte dos casos, estas crianças e jovens.

A fundação aposta em cuidados com qualidade técnica garantida por equipa multidisciplinar . Na residência fraternidade pretende se que os residentes beneficiem de carinho e bondade por parte dos prestadores dos cuidados 

A criação de uma sala de estudo vai permitir que na Residencia Fraternidade  se reúnam condições para a realização de atividades que estimulem a criança/jovem para a criatividade e o desenvolvimento das suas potencialidades.

Este equipamento permite o estudo individual ou em grupo, acompanhado ou não, à distância. Permite também colmatar as necessidades e exigências dos currículos escolares/formativos atuais, com base na consulta web; trabalhos por pesquisa em suporte digital e nos vários formatos possíveis.

A Fundação ADFP precisa do apoio de pessoas e entidades para garantir a sustentabilidade e alargamento dos seus serviços e valências de apoio social.

Comentários